|  Abertura  |  Leitura Crítica  |  E-Books  |   Livros  |   Cronologia de Publicações  |  Artigos  |   Autores Escolhidos   |  Sobre o Autor  |






                     



-





DO INCONSCIENTE À LINGUAGEM. 
UMA TEORIA DA LINGUAGEM
NA DESCOBERTA DE FREUD


Paralela e independentemente dos postulados de Saussure, Freud esboçou uma teoria neurológica da linguagem que ultrapassa os limites da ciência situada no limiar dos séculos XIX e XX para se inscrever entre as formulação de uma nova e avançada filosofia da cultura. Desde os escritos iniciais, passando pelo Projeto de 1895, até os últimos textos que nos legou, Freud vincula a linguagem verbal aos elementos das suas tópicas. A bibliografia  constante deste trabalho coincide com os momentos em que  a palavra fulgura como condição da consciência e estrutura concreta do inconsciente.
Coleção Oficina do Livro, 8
issuu.com/e-book.br/docs/inconsciente





CASTRO ALVES E O REINO DE EROS

A moral sexual da cultura romântica, rasgada por contradições e conflitos, é marcada pela tensão entre o delírio fantasioso do desejo e a expiação obsessiva de culpas imaginárias. O homem, incendiado pela ânsia de vida e de amor, se proíbe a plenitude dessa experiência, recusando à mulher a condição de parceira na procura lúdica. Só é considerada merecedora do amor romântico a virgem de pureza passiva, enquanto a mulher que não se deixa vencer pelo bloqueio da libido poderá ser, apenas, objeto de desejo, saciado no fogo infernal do desprezo e da condenação moral romântica. Diante desse quadro, a obra de Castro Alves surge como uma ilha isolada e plena de desejos, contrastando com os costumes da época.
Coleção E-Poket, 6
issuu.com/e-book.br/docs/eros





DA INVENÇÃO À LITERATURA:
TEXTOS DE TEORIA E CRÍTICA

Reúne artigos sobre o fazer literário em linguagem simples e criativa, destinada ao prazer da leitura. Sobre esta tarefa é o autor quem diz: “Quando meninos, brincávamos de cabra-cega, um jogo no qual, de olhos vendados, procurávamos o que não víamos. Em adultos, encontramos na tela de Goya La gallina ciega uma imagem irônica, mas de construtivo apelo, da tarefa crítica. Sabendo-se de olhos vendados para o que pretende alcançar, a crítica saberá voltar atrás, tentar de novo, procurar do outro lado, e – quem sabe? – até mesmo acertar.”
Coleção Oficina do Livro, 4
issuu.com/e-book.br/docs/invencao

-
-

Observação: A capa original do livro Castro Alves e o reino de Eros só pode ser vista em PDF. No issuu.com ela foi substituída
porque o portal vetou sua publicação por considerar a imagem "Eros e Psiquê"
pornográfrica. (?!)
-
-
-
1975: Foto do arquivo pessoal.


Auto retrato em xilogravura.
Foto da matriz entalhada em cedro.



Acesse os livros
clicando acima.



Clique acima
para entrar no site.







Livros impressos
Os livros impressos não estão disponíveis para leitura eletrônica



   

   































-
-
-
       



       
Literatura Baiana

       Sobre o Autor

       Conhecer Pessoa

-
 

 
Este site foi concluído e disponibilizado  no mês de outubro de 2016, passando em seguida a ser atualizado para inclusão de novos dados.
cidseixas@yahoo.com.br
   
   
-