|  Abertura  |  Leitura Crítica  |  E-Books  |   Livros  |   Cronologia de Publicações  |  Artigos  |   Autores Escolhidos   |  Sobre o Autor  |





1968

 

01. Poemas. Serial 6; revista de poesia. Salvador, Cimape / Edições Cordel, 1968, p. 7-8.

02. Temporário; poesia. Salvador, Cimape, 1968.

03. Manifesto de autor; Salvador, Cimape, 1968. Folheto com texto alusivo ao livro Temporário.

 

1971

 

04. Guido Guerra e seu escudo mítico-folclórico. A Tarde. Salvador, 20 abr. 71. Suplemento Dominical, p. 6.

 

1972

 

05. Paralelo entre homem e rio: Fluviário; poesia. Salvador, Imprensa Oficial da Bahia, 1972.

06. Breve romanceiro do natal; antologia poética. Salvador, Beneditina, 1972 (Participação).

07. Sentido e atualidade do Cristo, de Heli Sampaio (Apresentação). In: SAMPAIO, Heli: Sentido e atualidade do Cristo. Salvador, Convergência, 1972, orelhas 1-2.

08. Murilo Mendes, os 71 anos de bruxaria de um poeta católico. A Tarde. Salvador, 13 mai. 72. Suplemento Dominical, p. 1.

09. Carlos Drummond de Andrade: Itabira é apenas uma fotografia na parede. Mas como dói. Diário de Notícias. Salvador, 1 ago. 72. Página Literária, p. 8.

10. A Semana de 22 vista por Mário de Andrade nos seus 50 anos. Diário de Notícias. Salvador, 08 ago. 72. Página Literária, p. 8.

11. Bahia, eis os teus poetas. Diário de Notícias. Salvador, 15 ago. 72. Página Literária, p. 8.

12. Revista Cordel: aparição, trajetória e silêncio do novo conto baiano. Diário de Notícias. Salvador, 22 ago. 72. Página Literária, p. 8.

13. Capinan e a didática pela poesia como pensamento dialético; ensaio. Prêmios Literários da Universidade Federal da Bahia, 1972 (Policopiado).

14. Capinan, didática de um canto grave e profundo. Diário de Notícias. Salvador, 26 de setembro de 1972. Página Literária, p. 8.

 

1973

 

15. Serial 8; revista de poesia (Participação). Salvador, Beneditina, Feira de Santana, Cordel, 1973.

16. A gênese dos demiurgos na terra da Santa Luz. Jornal de Cultura, suplemento do Diário de Notícias. Ano I, nº 1. Salvador, 27 mai. 73, p. 5.

17. Jorge Amado, o bandeirante do impossível. Jornal de Cultura, suplemento do Diário de Notícias. Ano I, nº 3. Salvador, 05 ago. 73, p. 8.

18. Um poeta de Maragogipe (Prefácio). In SANTANA, Antonio J.: Tempo das elegias, Salvador, DESC, 1973, p. 5-7.

19. Oswaldo, poeta do Mar Agro (Apresentação). In SÁ, Oswaldo: A conspirata dos galos. Salvador, Arpoador/Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1973, orelhas 1-2.

 

1974

 

20. Poética, uma subversão lingüística, segundo Jakobson. Jornal de Cultura, suplemento do Diário de Notícias. Ano II, nº 11, Salvador, 07 abr. 74, p. 5.

21. Jenner e a linguagem universal da pintura. A Tarde. Salvador, 06 jun. 74, p. 4.

22. Antonio Brasileiro e o zen como procedimento estético. A Tarde. 13 jul. 74, p. 4.

 

1975

 

23. Sete cantares de amigo; antologia poética (Participação). Salvador, Arpoador/Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1975.

24. Lira de bolso; poesia (Participação). Salvador, Arpoador/Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1975.

25. Hera 6; revista de poesia (Participação). Feira de Santana, Cordel, 1975.

26. Godofredo Filho: 50 anos de presença literária e do modernismo na Bahia. Tribuna da Bahia. Salvador, 23 mai. 75, p. 11.

27. Código II: códices do presente. A Tarde. Salvador, 12 jul. 75., p. 17.

28. Murilo Mendes: a carne que retorna ao verbo e a morte do tempo físico. Diário de Notícias. Salvador, 24 ago. 75, p. 7 (Literatura).

29. A participação como responsabilidade delineada na poesia de Capinan. Diário de Notícias. Salvador, 15 set. 75, p 7 (Literatura).

30. Capinan e a função social da poesia. Diário de Notícias. Salvador, 22 set. 75, p. 7 (Literatura).

31. O amorial dos três poetas. A Tarde. Salvador, 24 mar. 75, p. 4.

32. A comunicação social na revolução dos alfaiates. A Tarde. Salvador, 30 set. 75, p. 4 e 9.

33. A semiótica aberta do Abc-reobtido. Jornal de Cultura; suplemento do Diário de Notícias. Ano III, nº 20. Salvador, 5 jan. 75, p. 5.

 

1976

 

34. Antologia de Poetas da Bahia em Alfabeto Braille; poesia (Participação). Salvador, Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1976.

35. O bispo negro, de Herculano: inventário estrutural da novela; ensaio laureado com o Prêmio Gabinete Português de Leitura 1974. Salvador, 1976, 42 p. (Reproduzido em edição mimeografada pelo Diretório Acadêmico de Letras da UFBA.)

 

1977

 

36. O significando: superação da dicotomia do signo lingüístico na semiótica poética. Comunicação ao XV CONGRESSO INTERNACIONAL DE LINGÜÍSTICA E FILOLOGIA ROMÂNICAS. Rio de Janeiro, UFRJ e Sociedade Internacional de Filologia Românica, 25-30 jul. 77.

37. A subjetividade como elemento formativo da linguagem poética. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 26 nov. 77, p. 7-8.

 

1978

 

38. O signo selvagem; metapoema. Salvador, Margem / Departamento de Assuntos Culturais, 1978.

39. A ideologia do signo na ficção de Herculano: pressupostos teóricos de um projeto de pesquisa. Comunicação ao VI ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE LITERATURA PORTUGUESA. Assis, UNESP, 16-19 ago. 78.

40. A linguagem dos sentidos na poética musical de Strawinsky. Ciências Humanas. Revista da Universidade Gama Filho. Vol. II, nº 5. Rio de Janeiro, abr./jun. 78, p. 26-31.

41. A falência do estruturalismo ou a remissão dos pecados do objeto. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 24 jun. 78, p. 6-7.

 

1979

 

42. Fonte das pedras; poesia. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira; Brasília, Instituto Nacional do Livro, 1979.

43. Hera 12; revista de poesia (Participação). Feira de Santana, Cordel, 1979.

44. A standardização da fala no teatro como reflexo da ideologia dominante: o problema no Nordeste. Comunicação ao Seminário de Dramaturgia do Nordeste. Salvador, Teatro Castro Alves, Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, 3-6 jan. 79.

45. O espelho de Narciso: a linguagem como ideologia cultural no idealismo e no marxismo. 2 volumes. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1979 (Dissertação de Mestrado em Letras, policopiada).

46. A ideologia da linguagem como criação literária. Encontros com a Civilização Brasileira. Vol. 9. Rio de Janeiro, 1979, p. 153-160.

47. Manifesto à aldeia marginal: a ideologia contestatória da arte como signo selvagem. Ciências Humanas. Revista da Universidade Gama Filho. Vol. III, nº 10. Rio de Janeiro, jun./set. 79, p. 45-46.


     
1968: Como estudante integra o velho MDB, partido de oposição ao regime ditatorial.










     
1972: do jornal à televisão.




     
1975: ainda estudando Letras assume
a direção do teatro Castro Alves.












































1980

 

48. Iararana, a grande epopéia do modernismo grapiúna. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 29 mar. 80, p. 4-5.

49. O audaz Herberto. Correio Brasiliense. Brasília, 26 dez. 80, p. 9.

50. Sobre o conto e o poema: a contribuição da crítica. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 11 out. 80, p. 4.

51. A falência do estruturalismo ou a remissão dos pecados do objeto. Veritas. Revista da PUC. Vol. XXV, nº 98. Porto Alegre, jun. 80, p. 194-200.

52. A ideologia do signo na ficção de Herculano: pressupostos teóricos de um projeto de pesquisa. In: ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS DE LITERATURA PORTUGUESA, VI. 16-19 ago. 78. Conferências e comunicações. Assis, UNESP, 1980, p. 261-265.

53. Declaração de bem. Partilha. Dimensão; revista de poesia. Vol. I, nº 1. Uberaba, 1980, p. 11-12.

54. Presença. Rimance. Hera; revista de poesia. Feira de Santana, Cordel, 1980, p. 9-10.

 

1981

 

55. Sua neurose é uma obra de arte ou sua obra de arte é uma neurose? Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 10 jan. 81, p. 6.

56. O audaz Herberto. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 31 jan. 81, p. 2.

57. Credo. Dimensão; revista de poesia. Vol. II, nº 2. Uberaba, 1981, p. 6.

58. Iararana: a grande epopéia do modernismo grapiuna. Revista Brasileira de Língua e Literatura. Ano III, nº 7. Rio de Janeiro, 1º trimestre de 81, p. 56-58.

59. Rinaldo Rossi, regendo palavras. A Tarde. Salvador, 4 mai. 81, 2º caderno, p. 2.

60. O espelho de Narciso. Livro I: Linguagem, cultura e ideologia no idealismo e no marxismo; ensaio. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira; Brasília, Instituto Nacional do Livro, 1981.

61. Sobre o conto e o poema. Jornal da ECUM. Vol. I, nº 1. Salvador, 1981, p. 3.

62. Situação do conto moderno brasileiro (VIII); depoimento. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 4 jul. 81, p. 1-2.

63. O modo da fantasia na produção literária. Mesa redonda na 33a. REUNIÃO ANUAL DA SBPC. Salvador, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Universidade Federal da Bahia, 8-15 jul. 81.

64. Tensão e dialética na lírica camoniana; ensaio seguido de quinze sonetos escolhidos de Luís de Camões. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1981 (Reproduzido pelo Setor de Literatura Portuguesa).

65. Credo. Paráfrase. Serial; Revista Nacional de Poesia, nº 10, Feira de Santana, Cordel, 1981, p. 27-29.

66. O prontuário. Minas Gerais Suplemento Literário. Belo Horizonte, 7 nov. 81, p. 4.

67. Linguagem, cultura e ideologia no idealismo e no marxismo; depoimento. O Estado do Paraná. Curitiba, 13 dez. 81, p. 32.

68. Sua neurose é uma obra de arte ou sua obra de arte é uma neurose? Jornal da Ecum. Vol. II, nº 2. Salvador, 1981, p. 4.

 

1982

 

69. Depoimento de um poeta sobre a palavra. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XV, nº 801. Belo Horizonte, 6 fev. 82, p. 3.

70. Tebas revisitada: Cidade da Bahia. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XV, nº 805. Belo Horizonte, 6 mar. 82, p. 12.

71. Poética. Dimensão. Revista de Poesia. Ano III, nº 4. Uberaba, 1982, p. 9-10.

72. Literatura e Universidade. Mesa redonda. IX ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS DE LITERATURA PORTUGUESA. Recife, Universidade Federal de Pernambuco, 28-30 jul. 82.

73. Da presença de Eros na poesia romântica. O objeto, a ausência e o símbolo no amor de transferência. Um exercício de crítica psicanalítica. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XX, nº 829. Belo Horizonte, 21 ago. 82, p. 6-7.

74. Aportes renovadores en la poesia brasileña (poemas); introducción y versiones de Nahuel Santana. Xul. Buenos Aires, 1982, p. 19-39.

75. O espaço de transgressão. Ciclo de palestras e debates ministrados no Seminário Internacional de Poesia / Módulo II. Faculdades Integradas de Uberaba e Dimensão, Revista de Poesia. Uberaba, 23-24 out. 82.

76. O desatino e a lucidez da criação. Fernando Pessoa e a neurose como fonte poética. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XV, nº 835. Belo Horizonte, 6 mar. 82, p. 1-2.

 

1983

 

77. Rimance da Cidade da Bahia. In VV.AA.: Jorge Amado. Ensaios sobre o escritor. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1983, p. 19.

78. Meu velho mestre. Separata da revista Universitas. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1983 (Saudação na solenidade de outorga do título de Professor Emérito a Hélio Simões).

79. Uno. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XV, nº 850. Belo Horizonte, 15 jan. 83, p. 12.

80. The savage sign / O signo selvagem; trad. Hugh Fox. Lansing, Ghost Dance, 1983.

81. Literatura: transgressão e convenção. Ciclo de palestras ministradas aos sábados no Seminário de Extensão Universitária. São Paulo, Faculdade Manoel da Nóbrega, abr./mai. 83.

82. A standardização da fala no teatro como reflexo da ideologia dominante. Art 008. Revista da Escola de Música e Artes Cênicas da UFBA. Salvador, nº 8, ago. 83, p. 85-94.

 

1984

 

83. Miguel Torga: o conto como metáfora da criação artística. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XIX, nº 901. Belo Horizonte, jan. 84, p. 8-9.

84. O riso da metralhadora. Jornal de Letras. Rio de Janeiro, set 84, nº 2, 2º caderno, p. 3.

85. Uma estética marxista: Della Volpe. Estudos Lingüísticos e Literários. Revista do Mestrado em Letras da Universidade Federal da Bahia. Nº 1. Salvador, mai. 84, p. 93-105.

86. Universo simbólico e realidade social. Por uma semiologia da cultura. Salvador, Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1984 (Reproduzido pela Divisão de Produção Literária para servir de texto base ao curso do mesmo nome ministrado pelo autor).

 

1985

 

87. O espaço de transgressão. Semiótica da literatura. Comunicação ao II CONGRESSO BRASILEIRO DE SEMIÓTICA. São Paulo, PUC/USP, 02-06 dez 85.

88. Por uma semiologia da cultura. Mesa redonda no II CONGRESSO BRASILEIRO DE SEMIÓTICA. São Paulo, PUC / USP, 02-06 dez. 85.

89. A obra literária como espaço de transgressão. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XX, nº 1.003. Belo Horizonte, 21 dez. 85, p. 3.

 

1986

 

90. Um título polêmico. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 1, 1986, abas 1-2.

91. Joana Felicidade: a ironia que afirma. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 1, 1986, p. 145-147.

92. Miguel Torga: o conto como metáfora da criação artística. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 1, 1986, p. 31-41.

93. O riso da metralhadora: o humor de Herberto Sales. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 1, 1986, p. 141-143.

 94. O desatino e a lucidez da criação. Fernando Pessoa e a neurose como fonte poética. Cacau / Letras. Itabuna, jun. 1986, p. 8.

95. O tom épico do modernismo na Bahia: Sosígenes Costa. Letra Viva. Secretaria da Cultura, Empresa Gráfica da Bahia, nº 1, nov. 87. p. 4-5.

.

 1988

 

96. A síntese da modernidade. ZH Cultura. Porto Alegre, 13 fev. 88, p. 11 (Suplemento do jornal Zero Hora).

97. A despersonalização como forma de intertextualidade. Pessoa, ficção radical. Iv Congresso Internacional De Estudos Pessoanos. Xii Encontro De Professores Universitários Brasileiros De Literatura Portuguesa. 26-29 abr. 88. Resumo das comunicações. São Paulo, USP, Centro de Estudos Portugueses, 1988, p. 26-27.

98. A neurose e a criação: Pessoa e a psicanálise. Conferência proferida na Semana Luso-Brasileira: Camões e Fernando Pessoa. Salvador, Fundação Gregório de Matos / Gabinete Português de Leitura, 8 jun 88.

99. Visão Brasileira de um poeta universal. Mesa Redonda na Semana Luso-Brasileira: Camões e Fernando Pessoa. Salvador, Fundação Gregório de Matos / Gabinete Português de Leitura, 13 jun. 88.

 

1989

 

100. Faraco: síntese da modernidade. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XXIII, nº 1.119. Belo Horizonte, 15 abr. 89, p. 13.

101. A encenação do desejo no discurso da arte Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XXIII, nº 1.130. Belo Horizonte, 16 set. 89, p. 2-3.

102. A linguagem na teoria freudiana. Freud: 1939-1989 / Seminário Comemorativo. Salvador, Grupo Freudiano da Bahia, Instituto de Letras da UFBA, Consulado da Áustria, 19 set. 89 (Conferência).

103. Gaibéus, de Alves Redol: romance ou documento de denúncia? Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XXIII, nº 1.136. Belo Horizonte, 16 dez. 89, p. 2-3.

104. Poesia e conhecimento em Fernando Pessoa. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 2, 1989, p. 21-44.

105. De Bandarra a Pessoa. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 2, 1989, abas 1-2.

106. O espaço de transgressão. Por uma teoria do texto poético em Fernando Pessoa. Tese de Doutorado em Letras. São Paulo, USP, 1989 (Livro II da trilogia O espelho de Narciso).

107. Alexandre Pinheiro Torres e a Crítica Neo-Realista. Revista Internacional de Língua Portuguesa, nº 2. Lisboa, dez. 89, p. 116-118.

 

1990

 

108. Fernando Namora: da solidão humana ao drama social. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XXIII, nº 1.141. Belo Horizonte, 3 mar. 90, p. 5.

109. A contravenção do real no texto poético. Comunicação ao Seminário de Pesquisa do Mestrado em Letras da Universidade Federal da Bahia. Salvador, 26 abr. 90.

110. A encenação do desejo no discurso da arte. A Tarde Cultural, nº 33. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 18 ago. 90, p. 6-7.

111. Uma profissão de fé e pobreza. A Tarde. Salvador, 5 out. 90, p. 6.

112. Neurose e criação artística em Fernando Pessoa. A Tarde Cultural, nº 41. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 13 out. 90, p. 8-9.

113. A construção da realidade como função social. A Tarde Cultural, nº 47. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 1 dez. 90, p. 10-11.

114. O silêncio é de aço e a palavra é de outro. A Tarde Cultural, nº 50. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 22 dez. 90, p. 11.

115. Espelho côncavo. Eixo. Exu. Revista da Fundação Casa de Jorge Amado. Ano III, nº 18. Salvador, dez. 90, p. 36.

 

1991

 

116. O texto poético: ruptura e transgressão. Minas Gerais Suplemento Literário. Ano XXIV, nº 1.159. Belo Horizonte, 19 jan. 91, p. 4-7.

117. Estabelecimento de um corpus mínimo para iniciação ao estudo da Literatura Portuguesa. Seminário de Pesquisa da Universidade Federal da Bahia. Salvador, fev. 1991.

118. Fernando Pessoa, Nietzsche e outros diálogos intertextuais. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 9 mar. 91, p. 8-9.

119. Cinema e Literatura. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 25 mai. 91, p. 2-3.

120. Gênios garbosos. Quando a obra de arte é uma neurose. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 31 ago. 91, p. 2.

121. As eleições para reitor. A Tarde. Salvador, 3 out. 91, p. 6 (Opinião).

122. Iararana: uma odisséia cabocla. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 16 nov. 91, p. 5-6.

123. O corpo na superfície (resenha crítica do livro de Pierre Guirraud A Linguagem do Corpo. São Paulo, Ática, 1991, 104 p.). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 7 dez. 91, p. 9-10.

 

1992

 

124. Fernando Namora: A dimensão interior da vida social. A Tarde cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 1º fev. 92, p. 2-3.

125. Fala e falares (resenha crítica do livro de Malcolm Coulthard Linguagem e Sexo. São Paulo, Ática, 1991, 88 p., Série Princípios). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 7 mar. 92, p. 11.

126. Castro Alves: O Triunfo de Eros. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 14 mar. 92, p. 2-3.

127. Os Gaibéus de Redol (o compromisso social do Neo-Realismo Português). Exu. Revista da Fundação Casa de Jorge Amado. Ano V, nº 26. Salvador, mar./abr. 92, p. 20-21.

128. Lira Galega. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 1º ago. 92, p. 3-4.

129. O eurocentrismo demolido. Comunicação ao Iº Simpósio Internacional de Estudos sobre Jorge Amado. Salvador, Fundação Casa de Jorge Amado, Universidade Federal da Bahia, ago. 92.

130. Sobre o trovadorismo galaico-português. Hyperion Letras. Salvador, Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia, nº 3, dez. 91 / ago. 92, p. 89-92.

131. Fragmentos do diário de naufrágio; poesia. Salvador, Oficina do Livro, 1992, 62 p.

132. Godofredo Filho, irmão poesia; ensaio. Salvador, Oficina do Livro, 1992, 45 p.

133. Reacender a luz do sol. In SAMPAIO, Clóvis: Rudá, Salvador, S.O.S. / Movimento Editorial Alternativo, 1992, p. 7-9.

134. Uma poesia do cotidiano. In CRUZ FILHO, Daniel: Inventarium, Salvador, Edição do Autor, 1992, abas 1-2.

135. A poética pessoana: uma prática sem teoria; ensaio. Salvador, CEDAP / Centro de Editoração e Apoio à Pesquisa, 1992, 65 p.

136. Fantasias do homem civilizado. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 19 set. 92, p. 4.

137. Seara póstuma de um arguto analista (Capítulos de Literatura Colonial, de Sérgio Buarque de Holanda). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 28 nov. 92, p. 12.

 

1993

 

138. Poetas, meninos e malucos; ensaio. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1993 (Cadernos Lingüística & Literatura / Mestrado em Letras).

139. Jorge Amado: Da guerra dos santos à demolição do eurocentrismo. Salvador, CEDAP / Centro de Editoração e Apoio à Pesquisa, 1993, 26 p.

140. Faces do indizível. Conto ou poema, eis o texto. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 13 mar. 93, p. 8-9.

141. Como uma lâmina quente. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 5 jun. 93, p. 10.

142. Natal das pedras do rio. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 25 dez. 93, p. 7.

143. A terceira margem do signo: da lingüística à literatura. Estudos Lingüísticos e Literários, nº 14. Revista do Mestrado em Letras da Universidade Federal da Bahia. Salvador, dezembro 1992, p. 5-23 (O número de dezembro de 1992 saiu em 1993).

 




     
1975: Foto do arquivo pessoal.


   
1975: Autoretrato em xilogravura.
Foto da matriz entalhada em cedro.

















     
Com o pintor Sante Scaldaferi, em exposição coletiva de artistas baianos.













   
Na era pré-computador:
a velha máquina de escrever






   
Em Maragogipe, terra da infância.


































  



Anos 70, na peça Homem do Princípio
ao Fim,
de Millor Fernandes


 
Anos 90: com as filhas Diana e Lara,
no lançamento de um dos seus livros.














1994

 

144. Sérgio Buarque de Holanda: Capítulos de Literatura Colonial (resenha crítica). Colóquio Letras, nº 129/130. Lisboa, Gulbenkian, 1993/94, p. 300-301.

145. Guido Guerra: A tragédia em cores caricaturais. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 19 mar. 94, p. 3.

146. Humanismo fraternal (Artigo crítico sobre o livro A descoberta da América pelos turcos, de Jorge amado). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 16 abr. 94, p. 9.

147. Literatura e intertextualidade; ensaio. Salvador, CEDAP, 1994, 38 p. (Cadernos da AEPHS, 1).

148. Poesia (O confessionário e o divã, Jornal e Quando). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 20 ago. 94, p. 5.

149. Literatura portuguesa medieval e clássica; Textos básicos. Salvador, Universidade Federal da Bahia / Instituto de Letras, 1994, 79 p. (Apostila para a Sala de Aula).

150. Vinícius da paixão brasileira (crítica literária). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 19 set. 94, p. 5.

151. Novas folhas do Japão (crítica literária). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 26 set. 94, p. 5.

152. Com a palavra o escritor (artigo de divulgação). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 03 out. 94, p. 5.

153. Dona Paloma e seus dois cozinheiros (resenha de livro). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 10 out. 94, p. 5.

154. Crônica de uma admiração anunciada (resenha de livro). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 10 out. 94, p. 5.

155. Mulher a 40 graus assombra (resenha de livro). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 17 out. 94, p. 5.

156. Breviário e revista da Academia (resenha de livro). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 17 out. 94, p. 5.

157. Dandara, uma utopia da liberdade (crítica literária). “Livros & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 24 out. 94, p. 5.

158. Pensamento, linguagem e informática (resenha de livro). “Literatura”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 31 out. 94, p. 5.

159. O corpo da paixão (resenha de livro). “Literatura”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 31 out. 94, p. 5.

160. A poesia portuguesa do século XV: texto recorrente (e olvidado) da lírica brasilusa. Exposição no Painel intitulado O texto medieval português: permanências. XV Encontro de Professores Universitários Brasileiros de Literatura Portuguesa e IV Seminário de Estudos Literários. Assis, UNESP, 24 a 27 de outubro de 1994.

161. Banco de textos portugueses (do século XIII ao século XV). Comunicação apresentada na seção “O ensino da literatura: problemas e perspectivas”. XV Encontro de Professores Universitários Brasileiros de Literatura Portuguesa e IV Seminário de Estudos Literários. Assis, UNESP, 24 a 27 de outubro de 1994 (Com a colaboração de Samantha Maranhão e Karina Barbosa).

162. O hóspede das tempestades (resenha de livro). “Literatura”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 07 nov. 94, p. 5.

163. Repensar a pós-graduação (artigo crítico). “Crítica & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 14 nov. 94, p. 5.

164. Histórias do interior (resenha de livro). “Crítica & Idéias”, seção do jornal A Tarde, Salvador, 14 nov. 94, p. 5.

165. Poética secular / A poesia portuguesa do século XV (Ensaio). A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 19 nov. 94, p. 1, 6 e 7.

166. O conto como gênero lírico (artigo de crítica literária). Coluna “Crítica & Idéias” do jornal A Tarde, Salvador, 21 nov. 94, p. 5.

167. A tradução como arte (resenha de livro). Coluna “Crítica & Idéias” do jornal A Tarde, Salvador, 28 nov. 94, p. 5.

168. Revistas universitárias (resenha de livro). Coluna “Crítica & Idéias” do jornal A Tarde, Salvador, 28 nov. 94, p. 5.

169. Pescador de palavras: ofício e arte (artigo de crítica literária). Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 5 dez. 94, p. 5.

170. O conto hispano-americano (artigo de crítica literária). Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 dez. 94, p. 5. Mudança do título da coluna.

171. As mil e uma janelas de Mueller (artigo de crítica literária). Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 dez. 94, p. 5.

172. A escrita derramada de Graciliano (artigo de crítica literária). Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 dez. 94, p. 5.

 

1995

 

173. Uma Saga nos Pampas; artigo crítico sobre Os senhores do século, de Luís Antonio de Assis Brasil. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 02 jan. 95, p. 5.

174. A última ilha; artigo crítico sobre Antes que anoiteça, de Reinaldo Arenas. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 09 jan. 95, p. 5.

175. Um mundo em fragmentos; artigo crítico sobre A porteira do mundo, de Hermilo Borba Filho. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 jan. 95, p. 5.

176. Uma fôrma de fabricar sucesso; artigo crítico sobre Esconderijo, de Dean R. Koontz. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 23 jan. 95, p. 5.

177. O livro de Rute; artigo crítico sobre A canção de Rute, de Frank G. Slaughter. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 30 jan. 95, p. 5.

178. Floresta de padres; artigo crítico sobre Nova floresta, de Manuel Bernardes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 fev. 95, p. 5.

179. História de uma igreja. Resenha do livro História de uma igreja, de Fernando Sá. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 fev. 95, p. 5.

180. O fim da democracia. Artigo crítico sobre O Fim da democracia, de Jean-Marie Guéhenno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 fev. 95, p. 5.

181. O eco redundante. Artigo crítico sobre A ilha do dia anterior, de Umberto Eco. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 fev. 95, p. 5.

182. Poesia engajada. Artigo crítico sobre Inquisitorial, de José Carlos Capinan. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 mar. 95, p. 5.

183. Ciência e sociedade. Artigo crítico sobre Escritos da maturidade, de Albert Einstein. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 mar. 95, p. 5.

184. Educação, caso de polícia. Artigo crítico sobre o romance A noite do professor, de Jean-Pierre Gattégno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 mar. 95, p. 5.

185. A poesia era uma festa. Resenha crítica do livro A poesia era uma festa, de Nonato Marques. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 mar. 95, p. 7.

186. Língua e poesia galegas. Resenha crítica do livro Fábrica íntima, de Gonçalo Navaza. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 3 abr. 95, p. 7.

187. Do artesanato à arte da escrita. Artigo crítico sobre o livro Madre Marie, de Constantino Gregório Netto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 abr. 95, p. 7.

188. Cuba: povo e poesia. Artigo crítico sobre o livro Cadernos de otredad, de Virgilio López Lemus. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 abr. 95, p. 7.

189. O livro na Bahia. Artigo sobre o livro Asas para amar, de Sérgio Mattos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 abr. 95, p. 7.

190. Miguel Torga: O silêncio do Orfeu rebelde. Padrão, Revista da Associação da Amizade Bahia-Portugal. Ano II, nº 4, Salvador, abr. 95.

191. Contos de angústia e nojo. Artigo crítico sobre o livro João Urso, de Breno Accioly.  Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1º mai. 95, p. 7.

192. O romancinho dos turcos. Artigo crítico sobre o livro A descoberta da América pelos turcos, de Jorge Amado. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 mai. 95, p. 7.

193. Palavra de músico. Artigo sobre o livro Causos de músico, de Lindembergue Cardoso. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 mai. 95, p. 7.

194. Sincretismo e outras manhas. Artigo crítico sobre o livro Águas do rei, de Ordep Serra. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 mai. 95, p. 7.

195. A guerra do Paraguai. Artigo crítico sobre o livro Caballero, de Guído Rodríguez Alcalá. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 mai. 95, p. 7.

196. O caminho da utopia. Artigo crítico sobre o livro A história de Rasselas, Príncipe da Abissínia, de Samuel Johnson. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 5 jun. 95, p. 7.

197. Drummond e o arco de Eros. Artigo crítico sobre o livro Confidência Mineira; o amor na poesia de Carlos Drummond de Andrade, de Mirella Vieira Lima. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 jun. 95, p. 7.

198. Literatura luso-brasileira. Artigo crítico sobre o nº 4 da revista Qvinto Império, de José Carlos Sant’Anna et alii. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 jun. 95, p. 7.

199. Eloquência mineira. Artigo crítico sobre o livro A testemunha silenciosa, de Otto Lara Resende. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 jun. 95, p. 7.

200. Entre a ficção e a ciência. Artigo crítico sobre o livro Paris no século XX, de Júlio Verne. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 3 jul. 95, p. 5.

201. O romance que não se escreveu. Artigo crítico sobre o livro Malva, de Ana Isabel Rocha Macedo. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 jul. 95, p. 5.

202. Criação e fantasia. Artigo crítico sobre o livro A lua do futuro, de João A. Carrascoza. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 jul. 95, p. 5.

203. Literatura de viagem. Artigo crítico sobre o livro Apontamentos de viagem, de J. A. Leite Moraes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 jul. 95, p. 5.

204. Um mestre do romance. Artigo crítico sobre o livro O rio triste, de Fernando Namora. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 7 ago. 95, p. 5.

205. Maldições do cotidiano. Artigo crítico sobre o livro Os Malditos, de Paulo Wainberg. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 14 ago. 95, p. 5.

206. Aventuras da infância e de sempre. Artigo crítico sobre o livro O tesouro de Canhada Seca, de Julián Murguía. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 21 ago. 95, p. 5.

207. Contos do Rio Grande. Artigo crítico sobre o livro Ibiamoré: o trem fantasma, de Roberto Bittencourt Martins. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 28 ago. 95, p. 5.

208. Unanimismo: a harmonia perdida. Artigo crítico sobre o livro Morte de alguém, de Jules Romains. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 set. 95, p. 5.

209. O riso envergonhado. Artigo crítico sobre o livro Como ser mulher e não morrer na tentativa, de Carmen Rico-Godoy. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 set. 95, p. 5.

210. Da memória à ficção. Artigo crítico sobre o livro Crônica de uma namorada, de Zélia Gattai. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 set. 95, p. 5.

211. Um narrador clássico. Artigo crítico sobre o livro Rebanho do ódio, de Herberto Sales. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 25 set. 95, p. 5.

212. O novelista Luis Henrique. Artigo crítico sobre o livro Não foi o vento que a levou, de Luis Henrique. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 out. 95, p. 5.

213. Romance português. Artigo crítico sobre o livro O homem disfarçado, de Fernando Namora. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 out. 95, p. 5.

214. O riso: arte e manha. Artigo crítico sobre o livro A realidade é virtual, de Marko Ajgaric. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 out. 95, p. 5.

215. O abismo do insondado. Artigo crítico sobre o livro Contos completos, de Sergio Faraco. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 30 out. 95, p. 5.

216. Fitzgerald e os anos vinte. Artigo crítico sobre o livro Seis contos da era do jazz e outras histórias, de F. Scott Fitzgerald. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 nov. 95, p. 5.

217. Miguel Torga no Brasil. Artigo crítico sobre o livro Obras Completas, de Miguel Torga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 nov. 95, p. 5.

218. Novo romance americano. Artigo crítico sobre o livro O enigma da pedra, de Jim Dodge. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 nov. 95, p. 5.

219. Língua, linguagem e outros códigos. Artigo crítico sobre o livro Linguagem e sexo, de Malcolm Couthard. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 nov. 95, p. 5.

220. Quando o corpo fala. Artigo crítico sobre o livro A linguagem do corpo, de Pierre Guirraud. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 nov. 95, p. 5.

221. Memórias e ficções de um advogado. Artigo crítico sobre o livro Eu fui advogado criminal, de Arnaldo Sampaio. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 dez. 95, p. 7.

222. Biografia romanceada de Glauber. Artigo crítico sobre o livro Glauber: a conquista de um sonho, de Ayêska Paulafreitas e Júlio César Lobo. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 dez. 95, p. 7.

223. Jorge Amado em quadrinhos. Artigo crítico sobre o livro Capitães de areia, de Jorge Amado, com desenhos em quadrinhos por Ruy Trindade. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 dez. 95, p. 7.

224. O trovadorismo galaico-português. Estabelecimento dos textos em língua arcaica, introdução, comentários e notas. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 1995 (Material didático do curso de Literatura Portuguesa I).

225. Herberto Sales: Notas sobre a narrativa. Salvador, Oficina do Livro, 1995.

226. A poesia portuguesa do século XV: texto recorrente (e olvidado) da lírica brasilusa. Anais do XV Encontro de Professores Universitários Brasileiros de Literatura Portuguesa e IV Seminário de Estudos Literários. São Paulo, Arte & Cultura, Assis, Faculdade de Ciências e Letras da UNESP, 1995, vol. 1, p. 260-265.

227. Banco de textos portugueses (do século XIII ao século XV). Anais do XV Encontro de Professores Universitários Brasileiros de Literatura Portuguesa e IV Seminário de Estudos Literários. São Paulo, Arte & Cultura, Assis, Faculdade de Ciências e Letras da UNESP, 1995, vol. 2, p. 110-114 (Com a colaboração de Samantha Maranhão e Karina Barbosa).

228. Poemas: Jornal e Declaração de bem. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 5, 1985, p. 92-93.

 

1996

 

229. Calmon, epifania da memória. Artigo crítico sobre o livro Memórias, de Pedro Calmon. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 jan. 96, p. 7.

230. O vigor do conto. Artigo crítico sobre o livro O conto baiano contemporâneo, de Adonias Filhos e outros. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 jan. 96, p. 7.

231. Um exército negro no país dos gringos. Artigo crítico sobre o livro Netto perde sua alma, de Tabajara Ruas. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 jan. 96, p. 7.

232. Tradições e mitos do Rio Grande. Artigo crítico sobre o livro Rodeio dos ventos, de Barbosa Lessa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 jan. 96, p. 7.

233. Criação e saber. Artigo crítico sobre o livro O mundo de Sofia, de Jostein Gaarder. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 5 fev. 96, p. 7.

234. O livro e o filme. Artigo crítico sobre o livro O quatrilho, de José Clemente Pozenato. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 fev. 96, p. 7.

235. Os contos de Hélio Pólvora. Artigo crítico sobre o livro Três histórias de caça e pesca, de Hélio Pólvora. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 fev. 96, p. 7.

236. Obras primas do conto. Artigo crítico sobre o livro Contos completos, de Sérgio Faraco. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 mar. 96, p. 7.

237. Vozes sufocadas. Artigo crítico sobre o livro Os Magros, de Euclides Neto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 mar. 96, p. 7.

238. Quando a poesia era uma festa. Artigo crítico sobre o livro A Poesia era uma festa, de Nonato Marques. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 mar. 96, p. 7.

239. As montanhas do invento. Artigo crítico sobre o livro Contos da montanha, de Miguel Torga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 25 mar. 96, p. 7.

240. Itinerário de Castro Alves. Artigo informativo sobre o livro Estudos sobre Castro Alves, de Edivaldo Boaventura. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1º abr. 96, p. 7.

241. Novo romance norte-americano. Artigo crítico sobre o livro O enigma da pedra, de Jim Dodge. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 abr. 96, p. 7.

242. Domação da palavra. Artigo crítico sobre o livro A caligrafia do soluço & Poesia anterior, de Florisvaldo Mattos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 abr. 96, p. 7.

243. Caricatura de baiano. Artigo crítico sobre o livro O traço dos mestres. Humor gráfico na Bahia, de Gutemberg Cruz. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 abr. 96, p. 7.

244. Criação e crítica. Ensaio teórico sobre gêneros literários e atividade crítica. “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 abr. 96, p. 7.

245. Uma verdadeira antologia poética. Artigo crítico sobre o livro Antologia poética, de Ruy Espinheira Filho. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 mai. 96, p. 7.

246. Pesquisa e disciplina. Artigo crítico sobre o livro Xavier Marques e a Academia Brasileira de Letras, de Renato Berbert de Castro. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 mai. 96, p. 7.

247. Aproximações entre literatura e psicanálise. Artigo teórico sobre o ensaio Escritores criativos e devaneio, de Sigmund Freud. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 mai. 96, p. 7.

248. Marx e a baronesa comunista. Artigo crítico sobre o livro Jenny Marx, ou A mulher do diabo, de Françoise Giroud. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 mai. 96, p. 7.

249. Literatura comparada e erudição. Artigo crítico sobre o livro A tempestade engarrafada, de João Carlos Teixeira Gomes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 3 jun. 96, p. 7.

250. Os sonhos do sujeito e sua construção social. Introdução à edição brasileira dos contos de Miguel Torga. In Miguel Torga: Contos da montanha, Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1996, p. 1-10. (Republicado in Miguel Torga: Novos contos da montanha, Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1996, p. 1-10).

251. Indústria da arte. Artigo sobre as relações entre arte literária e produção industrial, a propósito do livro O Quatrilho, de José Clemente Pozenato. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 jun. 96, p. 7.

252. O negro na literatura norte-americana. Artigo crítico sobre o livro Acaso sou o guarda de meu irmão?, de John Edgar Wideman. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 jun. 96, p. 7.

253. A técnica de dizer coisas simples. Artigo crítico sobre o livro Poemas seletos, de Ildásio Tavares. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1 jul. 96, p. 7.

254. Biografia profissional. Artigo crítico sobre o livro O advogado Ruy Barbosa, de Rubem Nogueira. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 jul. 96, p. 7.

255. Novo ciclo ou filão temático. Artigo crítico sobre o livro Os náufragos da terra, de O. Soria Machado. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 jul. 96, p. 7.

256. Texto de contracapa do livro de Miguel Torga Bichos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1996.

257. Literatura de viagem: o reverso. Artigo crítico sobre o livro O Degredado, de Remy de Souza. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 jul. 96, p. 7.

258. Do jornalismo à literatura. Artigo crítico sobre os livros Estandarte e O controle dos meios de comunicação, de Sérgio Mattos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 jul. 96, p. 7.

259. O desatino e a lucidez da criação em Pessoa. Ensaio. Revista Internacional de Língua Portuguesa, nº 15. Lisboa, Associação das Universidades de Língua Portuguesa, jul. 96, p. 137-148.

260. A escrita na língua do invento. Ensaio. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 3 ago. 96, p. 4-5.

261. Portugal e sua arca de Noé. Artigo crítico sobre o livro Bichos, de Miguel Torga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 5 ago. 96, p. 7.

262. Eloqüência mineira. Artigo crítico sobre o livro A testemunha silenciosa, de Otto Lara Resende. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 ago. 96, p. 7.

263. Um mundo em fragmentos. Artigo crítico sobre o livro A porteira do mundo, de Hermilo Borba Filho. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 ago. 96, p. 7. (REPUBLICADO)

264. Triste Bahia, Oh quão dessemelhante! Notas sobre a literatura na Bahia. Salvador, Secretaria da Cultura, coleção As Letras da Bahia, 1996.

265. O espelho infiel; poesia. Rio de Janeiro, Diadorim, 1996.

266. O viajante de papel. Temas de Literatura Portuguesa. Cadernos da AEPHS, 1996.

267. Palavra de mulher, coisa fecunda. Artigo crítico sobre o livro Femina, de Myriam Fraga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 ago. 96, p. 7.

268. Ligações perigosas. Artigo crítico sobre o livro Imprensa e poder: ligações perigosas, de Emiliano José. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 set. 96, p. 7.

269. A poesia como crítica. Artigo crítico sobre o livro Um mapa da desleitura, de Harold Bloom. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 9 set. 96, p. 7.

270. Sérgio Faraco: Mestre do conto brasileiro. Ensaio. Blau. Jornal Bimestral de Literatura. Porto Alegre, nº 12, set. 1996.

271. Afinidades eletivas: Nietzsche e Pessoa. Ensaio. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 set. 96, p. 7.

272. O mito como realidade do homem. Ensaio. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 23 set. 96, p. 7.

273. Camille Claudel e Rodin. Artigo sobre o livro Camille Claudel: Criação e Loucura, de Liliana Liviano Wahba. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 30 set. 96, p. 7.

274. Contos africanos. Artigo crítico sobre o livro Estórias abensonhadas, de Mia Couto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 07 out. 96, p. 7.

275. Criação e fantasia. Artigo crítico sobre o livro A lua do futuro, de João A. Carrascoza. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 14 out. 96, p. 7.

276. Fernando Pessoa e a música. Artigo sobre os poemas de Mensagem, de Fernando Pessoa, musicados por André Luis Oliveira. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 21 out. 96, p. 7.

277. O baile das vaidades. Artigo sobre narcisismo e paranóia nos artistas. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 28 out. 96, p. 7.

278. A força da palavra no livro ou no jornal. Artigo crítico sobre o livro A força da palavra, de Betty Milan. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 nov. 96, p. 7.

279. A poesia do decano. Artigo crítico sobre o livro Alma profana, de Bráulio de Abreu. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 nov. 96, p. 7.

280. Intertextualidade, diálogo entre textos. Artigo teórico sobre o fenômeno intertextual. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 nov. 96, p. 7.

281. O elo perdido com o leitor. Artigo crítico sobre o livro A assinatura perdida, de Aramis Ribeiro Costa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 25 nov. 96, p. 7.

282. Cony, o retorno da escrita. Artigo crítico sobre o livro O piano e a orquestra, de Carlos Heitor Cony. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 dez. 96, p. 7.

283. A boa literatura da África. Artigo crítico sobre o livro Estórias abensonhadas, de Mia Couto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 9 dez. 96, p. 7.

284. O sonho acabou. Artigo crítico sobre o livro Orfandade de um ideal, de Raymundo C. Pinto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 23 dez. 96, p. 7.

285. Da memória à ficção. In GATTAI, Zélia: Literatura na Bahia. Salvador, Fundação Casa de Jorge Amado, 1996 (Ensaio crítico sobre a escritora).

 

1997

 

286. Letras da Bahia em 1996. Artigo retrospectivo sobre o livro baiano. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 jan. 97, p. 7.

287. Pasolini: cinema e literatura. Artigo crítico sobre as relações entre cinema e literatura segundo Pasolini. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 jan. 97, p. 7.

288. Viagem ao interior. Artigo crítico sobre o livro Oku, Viajando com Bashô, de Carlos Verçosa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 jan. 97, p. 7.

289. Sombras de palavras. Artigo crítico sobre o livro O escolhido das sombras e outras histórias, de Elieser Cesar. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 jan. 97, p. 7.

290. Vico e a linguagem poética. Artigo sobre arte e linguagem na filosofia de Giambattista Vico. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 03 fev. 97, p. 7.

291. A poesia como crítica. Artigo crítico sobre o livro Um mapa da desleitura, de Harold Bloom. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 fev. 97, p. 7.

292. Maniqueísmo ou partido. Artigo crítico sobre o livro O visconde partido ao meio, de Italo Calvino. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 fev. 97, p. 7.

293. Poesia medieval. Artigo sobre a lírica medieval ibérica no século XIII. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 03 mar. 97, p. 7.

294. Lírica medieval (2). Artigo sobre a lírica medieval ibérica no século XIII. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 mar. 97, p. 7.

295. As chamas da memória. Artigo crítico sobre o livro As chamas da memória, de Gláucia Lemos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 mar. 97, p. 7.

296. Os ossos da noiva. Artigo crítico sobre o livro Os ossos da noiva, de Charles Kiefer. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 mar. 97, p. 7.

297. A arte como construção do real. Artigo sobre a arte enquanto forma de conhecimento. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 31 mar. 97, p. 7.

298. De best-sellers e besteiras. Artigo crítico sobre o livro O Xangô de Baker Street, de Jô Soares. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 07 abr. 97, p. 7.

299. O lirismo como expressão pessoal. Artigo crítico sobre o livro Memória da chuva, de Ruy Espinheira Filho. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 14 abr. 97, p. 7.

300. A neurose como fonte da arte (I). Artigo crítico-teórico sobre a arte nas suas relações com a estrutura psíquica do sujeito. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 21 abr. 97, p. 7.

301. A neurose como fonte da arte (II). Artigo crítico-teórico sobre a arte nas suas relações com a estrutura psíquica do sujeito. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 28 abr. 97, p. 7.

302. A neurose como fonte da arte (III). Artigo crítico-teórico sobre a arte nas suas relações com a estrutura psíquica do sujeito. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 5 mai. 97, p. 7.

303. A felicidade roubada. Artigo crítico sobre o livro O diário roubado, de Régine Deforges. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 mai. 97, p. 7.

304. Um mecenas pós-moderno. Artigo crítico sobre o livro Psi, a penúltima, de Soares Feitosa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 mai. 97, p. 7.

305. Hollywood é aqui. Artigo crítico sobre o livro Círculo de Fogo, de Gabriel Zide Neto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 mai. 97, p. 7.

306. Um velho crítico. Artigo crítico sobre o livro Jornal da noite, de Mário Cabral. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 jun. 97, p. 7.

307. Documento do seqüestro. Artigo crítico sobre o livro O seqüestro dia a dia, de Alberto Berquó. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 9 jun. 97, p. 7.

308. Um contista esquecido. Artigo crítico sobre o livro João Urso, de Bruno Accioly. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 jun. 97, p. 7.

309. O fim da democracia. Artigo crítico sobre o livro O fim da democracia, de Jean-Marie Guéhenno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 23 jun. 97, p. 7.

310. O lugar da linguagem na teoria freudiana. Salvador, Fundação Casa de Jorge Amado, Coleção Casa de Palavras, 1997.

311. Uma fábula do bicho homem. Artigo crítico sobre o livro O cachorro e o lobo, de Antonio Torres. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 30 jun. 97, p. 7.

312. Revista de integração literária. Artigo do opinião sobre periódicos literários. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 7 jul. 97, p. 7.

313. Fábrica de homens. Artigo crítico sobre o livro A cidade e os cachorros, de Mario Vargas Llosa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 14 jul. 97, p. 7.

314. David Salles e a crítica de rodapé. Artigo sobre o lugar do crítico David Salles no panorama brasileiro. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 21 jul. 97, p. 7.

315. Quiroga, pioneiro do realismo fantástico. Artigo crítico sobre o livro Vozes da selva, de Horácio Quiroga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 28 jul. 97, p. 7.

316. Palavra de mulher, coisa fecunda. Artigo crítico do livro Femina, de Myriam Fraga. Revista Literária Blau, Porto Alegre, jul. 1997, p. 20-21.

317. Pensamento, linguagem e informática. Artigo crítico sobre o livro A invenção da memória: uma nova visão do cérebro, de Israel Rosenfield. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 ago. 97, p. 7.

318. Uma saga nos pampas. Artigo crítico sobre o livro Os senhores do século, de Luiz Antonio de Assis Brasil. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 ago. 97, p. 7.

319. Das amenidades acadêmicas. Artigo crítico sobre o livro Alegres e tristes, de Renato Berbert de Castro. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 ago. 97, p. 7.

320. Uma testemunha da guerra de canudos. Artigo crítico sobre o livro Descrição de uma viagem a Canudos, de Alvim Martins Horcades. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 25 ago. 97, p. 7.

321. Antonio Torres escreve a fábula do bicho-homem. Artigo crítico in O Estado de S. Paulo, Caderno 2. São Paulo, 30 de agosto de 1997, p. 7.

322. A última ilha. Artigo crítico sobre o livro Antes que anoiteça, de Reinaldo Arenas. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1º set. 97, p. 7.

323. Um mundo em fragmentos. Artigo crítico sobre o livro A porteira do mundo, de Hermilo Borba Filgo. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 set. 97, p. 7.

324. Arquitetura do fragmentário. Artigo crítico sobre o livro Dona Leopoldina. Uma habsgurg no trono brasileiro, de Gloria Kaiser. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 set. 97, p. 7.

325. Romance dos sem terra. Artigo crítico sobre o livro Os náufragos da terra,  de Soria Machado. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 set. 97, p. 7.

326. Lira dos oitent’ anos. Artigo crítico sobre o livro Hinário da cidade alta,  de Carlos Eduardo da Rocha. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 set. 97, p. 7.

327. Um senador do império. Artigo crítico sobre o livro A vida do senador Fernandes da Cunha,  de Jayme de Sá Menezes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 out. 97, p. 7.

328. O pitoresco e o saber do mestre. Artigo crítico sobre o livro Cartografia de Canudos,  de José Calasans. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 set. 97, p. 7.

329. Sobre a crítica literária. Artigo introdutório sobre o exercício da crítica literária. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 set. 97, p. 7.

330. A Alemanha de Hitler e de Schreber. Artigo crítico sobre o livro A Alemanha de Schreber: Uma história secreta da modernidade,  de Eric Santner. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 03 nov. 97, p. 7.

331. História resgata papel político da princesa. Artigo crítico sobre o romance Dona Leopoldina, de Gloria Kaiser. O Estado de S. Paulo, Caderno 2. São Paulo, 08 nov. 97, p. 7.

332. Mulher 40 graus assombra. Artigo crítico sobre o livro Mulher 4o graus à sombra. Reflexões sobre a vida a partir dos 40 anos,  de M. Lúcia Pereira, Regina Pimentel e Mariana Fontes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 nov. 97, p. 7.

333. Antinomias de Cuba: povo e poesia. Artigo crítico sobre o livro Cadernos de outredad,  de Virgilio López Lemus. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 nov. 97, p. 7.

334. O conto como gênero lírico. Artigo crítico sobre o livro Hotel solidão,  de João A. Carrascoza. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 nov. 97, p. 7.

335. Hermilo: Mundo em fragmentos. Artigo crítico sobre o livro A porteira do Mundo,  de Hermilo Borba Filho. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1º dez. 97, p. 7.

336. Estilhaços do poder. Artigo crítico sobre o livro Imprensa e poder: Ligações perigosas,  de Emiliano José. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 dez. 97, p. 7.

337. Ciência e saber. Artigo crítico sobre o livro Escritos da maturidade,  de Albert Einstein. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 dez. 97, p. 7.

338. Romance de inspiração bíblica. Artigo crítico sobre o livro A canção de Rute,  de Frank G. Slaughter. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 dez. 97, p. 7.

339. Romance francês. Artigo crítico sobre o livro A noite do professor,  de Jean-Pierre Gattégno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 dez. 97, p. 7.

340. A intertextualidade na literatura e nas artes não visuais. Qvinto Império; Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa. Salvador, nº 8, 1987, p. 37-47.

 

1998

 

341. Heróis e trapalhões da história. Artigo crítico sobre o livro Caballero,  de Guido Rodríguez Alcalá. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 05 jan. 98, p. 7.

342. Samuel Johnson: crítica e ficção. Artigo crítico sobre o livro A história de Rasselas, príncipe da Abissínia,  de Samuel Johnson. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 12 jan. 98, p. 7.

343. A natureza do texto. Ensaio sobre a estrutura do texto literário, em oposição ao texto científico. A Tarde Cultural. Suplemento literário do jornal A Tarde. Salvador, 17 jan. 98, p. 8.

344. Drummond e o arco de Eros. Artigo crítico sobre o livro Confidência mineira. O amor na poesia de Carlos Drummond de Andrade, de Mirella Vieira Lima. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 jan. 98, p. 7.

345. Eloqüência de mineiro. Artigo crítico sobre o livro A testemunha silenciosa, de Otto Lara Resende. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 jan. 98, p. 7.

346. Conversa de chifre enroscado. Artigo crítico sobre o livro Dicionareco das roças de cacau e arredores, de Euclides Neto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 fev. 98, p. 7.

347. A invenção da noite. Artigo crítico sobre o livro O engenheiro noturno: A lírica final de Jorge de Lima, de Fábio de Souza Andrade. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 9 fev. 98, p. 7.

348. Entre ficção e ciência. Artigo crítico sobre o livro Paris no Século XX, de Julio Verne. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 fev. 98, p. 7.

349. As fábulas do cotidiano. Artigo crítico sobre o livro O telefone dos mortos, de João Carlos Teixeira Gomes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 mar. 98, p. 7.

350. O elo perdido com o leitor. Artigo crítico sobre o livro A assinatura perdida, de Aramis Ribeiro Costa. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 16 mar. 98, p. 7.

351. A força selvagem. Artigo crítico sobre o livro Berro de fogo e outras histórias, de Ciro de Mattos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 23 mar. 98, p. 7.

352. Narrativa de viagem. Artigo crítico sobre o livro Apontamentos de viagem, de J. A. Leite de Moraes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 30 mar. 98, p. 7.

353. A marcha do extermínio. Artigo crítico sobre o livro A marcha, de Michael Stivelman. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 abr. 98, p. 7.

354. Romance português. Artigo crítico sobre o livro O rio triste, de Fernando Namora. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 abr. 98, p. 7.

355. Novo romance norte-americano. Artigo crítico sobre o livro O enigma da pedra, de Jim Dodge. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 abr. 98, p. 7.

356. Fantasia e literatura segundo Freud. Artigo crítico-teórico sobre a fantasia como base da criação artística na obra freudiana. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 abr. 98, p. 7.

357. Um exército negro no mundo ariano. Artigo crítico sobre o livro Netto perde sua alma de Tabajara Ruas. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 4 mai. 98, p. 7.

358. Criação e crítica I. Artigo crítico-teórico sobre o fenômeno literário. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 11 mai. 98, p. 7.

359. Criação e crítica II. Artigo crítico-teórico sobre o fenômeno literário. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 18 mai. 98, p. 7.

360. Um comparatista brasileiro. Artigo crítico sobre o livro Um brasilianista francês – Philéas Lebesgue, de Cláudio Veiga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 25 mai. 98, p. 7.

361. Do trágico ao irônico. Artigo crítico sobre o livro Vila nova da Rainha Doida de Guido Guerra. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 1º jun. 98, p. 7.

362. Amores latinos. Artigo crítico sobre o livro História de um louco amor de Horácio Quiroga. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 8 jun. 98, p. 7.

363. Luz mordaz. Artigo crítico sobre o livro O Ventre de Carlos Heitor Cony. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 15 jun. 98, p. 7.

364. Elogio da mentira. Artigo crítico sobre o livro Elogio da mentira de Patrícia Melo. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 22 jun. 98, p. 7.

365. A bolsa ou a vida. Artigo crítico sobre o livro Armadilha para Mkamba de Ivan Sant' Anna. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 29 jun. 98, p. 7.

366. O espelho da reflexão. Artigo crítico sobre o livro Através do espelho de Jostein Gaarder. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 6 jul. 98, p. 7.

367. O fim da democracia. Artigo crítico sobre o livro O fim da democracia de Jean-Marie Guéhenno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 13 jul. 98, p. 7.

368. Viagem ao Brasil desconhecido. Artigo crítico sobre o livro Apontamentos de viagem de Leite Moraes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 20 jul. 98, p. 7.

369. Um inventor de vidas e lugares. Artigo crítico sobre o livro Jaú dos Bois de Aleilton Fonseca. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 27 jul. 98, p. 7.

370. De terras e lágrimas. Artigo crítico sobre o livro De terre e des armes, de A. S. Scheinowitz. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 3 ago. 98, p. 7.

371. Novas histórias de proveito e exemplo. Artigo crítico sobre o livro A garota do bugre de Gláucia Lemos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 10 ago. 98, p. 7.

372. Memórias políticas e pessoais. Artigo crítico sobre o livro O homem e o muro, de Rubem Nogueira. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 17 ago. 98, p. 7.

373. Cabral e a estética da modernidade. Artigo crítico sobre o livro Prosa, de João Cabral de Melo Neto. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 24 ago. 98, p. 7.

374. A comunicação na história. Artigo crítico sobre o livro A comunicação social na Revolução dos Alfaiates, de Florisvaldo Matos. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 31 ago. 98, p. 7.

375. Histórias inventivas. Artigo crítico sobre o livro Histórias de remorsos e rancores, de Luiz Ruffato. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 14 set. 98, p. 7.

376. Maldições do cotidiano. Artigo crítico sobre o livro Os Malditos, de Paulo Wainberg. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 21 set. 98, p. 7.

377. A dignificação da memória. Artigo crítico sobre o livro Epaços da memória, de Joaquim Aguiar. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 28 set. 98, p. 7.

378. De artistas e autistas. Artigo teórico sobre a criação artística e os mecanismos psíquicos estranhos ao trabalho de criação. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 05 out. 98, p. 7.

379. Escritas indecifráveis. Artigo crítico sobre o livro Seis propostas para o próximo milênio, de Italo Calvino. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 out. 98, p. 7.

380. Tempestade de idéias. Artigo crítico sobre o livro A tempestade engarrafada, de João Carlos Teixeira Gomes. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 19 out. 98, p. 7.

381. Romance francês. Artigo crítico sobre o livro A noite do professor, de Jean-Pierre Gattégno. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 26 out. 98, p. 7.

382. Teoria e estética literária. Artigo crítico sobre o livro As estéticas literárias em Portugal (Séculos XIV a XVII), de Massaud Moisés. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 2 nov. 98, p. 7.

383. A crítica de David Salles. Artigo sobre a atividade do autor da seção “Crítica de Rodapé”. Coluna “Leitura Crítica” do jornal A Tarde, Salvador, 9 nov. 98, p. 7.

384. Leveza. Conferência proferida no Ciclo Ítalo Calvino. Salvador, Grandes Autores, 10, 17 e 24 nov. 98.

385. Os contos de Guido Guerra. Texto crítico de apresentação do livro. In GUERRA, Guido: Vila Nova da Rainha Doida; contos. Rio de Janeiro, Record, 1998, orelhas 1 e 2.

 

















 
O pintor Cardoso e Silva, à esquerda.
Cid e Ildásio Tavares  à direita.




   
Entrevista durante lançamento de livro.


















































   
1996: O escritor Euclides Neto, no lançamento
de O espelho infiel.
   

          

Abril de 2017












     
Túnel do tempo: Raimundo Lopes, Myriam Fraga, Cid, Evandro Barreto, Antonio
Brasileiro e Juraci Dórea.


     
Com o poeta, compositor e romancista
Ildásio Tavares.


     
Com o doutor Hélio Simões,
modernista de Arco & Flexa.










   
1997: efeito sobre foto em alto contraste.










































...1999

 

386. Uma fábula do bicho homem: O Cachorro e o lobo, de Antônio Torres. Heléboro. Ano I, nº 2. Vitória da Conquista, Universidade do Sudoeste do Estado da Bahia, UESB, 1998 (O número de dezembro de 1998 foi publicado em 1999), p. 12-14.

387. Literatura e cultura de massa. Conferência proferida durante a Semana Acadêmica das Letras. Salvador, Universidade Federal da Bahia, Diretório Acadêmico Jorge Amado, 26 abr. a 01 mai. 99.

388. Pasto das águas e Tebas revisitada: Cidade da Bahia. In: BRASIL, Assis: A Poesia Baiana no Século XX. Antologia. Rio de Janeiro, Imago, 1999, p. 213-215.

389. Dos poetas, meninos e malucos. Blau. Revistas literária. Porto Alegre, nº 25, abr. 99, p. 22-23.

390. Estudo crítico de apresentação à edição brasileira de Novos contos da Montanha. In: TORGA, Miguel: Novos contos da montanha. 2ª impressão. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1999, p. 1-10.

391. A obra e o leitor: uma ponte necessária. In DAMULAKIS, Gerana: O rio e a ponte; à margem de leituras escolhidas. Salvador, Secretaria da Cultura e Turismo, 1999, abas 1 e 2.

 

2000

 

392. Renato Berbert de Castro: o viajante de papel. In CASTRO, Renato Berbert de. As candidaturas de Almachio Diniz e Wanderley Pinho à Academia Brasileira. Salvador, Academia de Letras da Bahia / Assembléia Legislativa, 1999, p. 7-12 (embora datado de 1999, o livro só foi lançado no ano 2000).

393. A poesia ‘familiar’ de Emília Leitão Guerra. In GUERRA, Emília Leitão: Poemas escolhidos. Salvador, Edições Cidade da Bahia, 2000, p. 7- 17.

394. Caeiro e o lugar de fora da cultura. Comunicação ao V Congresso de Estudos Lingüísticos e Literários (Travessias Literárias: rotas, imagens e profecias). Universidade Estadual de Feira de Santana, Programa de Pós-Graduação em Literatura e Diversidade Cultural. Feira de Santana, 24 de maio de 2000.

395. O jeito da gesta crioula: Jorge Amado e o canto épico da mestiçagem. Comunicação apresentada ao VII Congresso da ABRALIC – Associação Brasileira de Literatura Comparada. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 26 de julho de 2000.

396. Sussurros do sexo calado: Tumulto e silêncio do feminino no simbolismo baiano. Comunicação apresentada ao VII Congresso da ABRALIC – Associação Brasileira de Literatura Comparada. Salvador, Universidade Federal da Bahia, 27 de julho de 2000.

397. Estética brasileira e identidade pessoal. In: BRASILEIRO, Antonio. A estética da sinceridade & outros ensaios. Feira de Santana: UEFS, 2000, orelhas 1-2.

398. Unidade do moderno e do contemporâneo. In: PEREIR, Roberval. (Org.). A unidade primordial da lírica moderna. Feira de Santana: UEFS, 2000, p. 1-2.

399. O Trovadorismo Galaico-Português. Salvador: Universidade Estadual de Feira de Santana, 2000. 174 p.

400. O sumiço da santa: Um painel colorido da cultura mestiça. In AZEVEDO et alii. Um grapiúna no país do Carnaval. Org. e revisão Vera Rollemberg. Salvador, Fundação Casa de Jorge Amado / Edufba, 2000, p. 333-340.

 

2001

401. Do velho preciosismo ao non sense pós-moderno. In: CUNHA, Carlos. (Org.). A flauta onírica e novos poemas. Salvador: Edições Cidade da Bahia / Fundação Gregório de Mattos, 2001, p. 151-159.

402. Sosigenes Costa: epopéia cabocla do modernismo na Bahia. In: PÓLVORA, Hélio. (Org.). A Sosígenes, com afeto. Salvador: Edições Cidade da Bahia / Fundação Gregório de Mattos, 2001, v. 1, p. 75-84.

403. SEIXAS, Cid.2001Saltos de invenção. Cultural / Suplemento Semanal de A Tarde, Salvador,  p. 10-11, 2001.

404. SEIXAS, Cid.2001José de Alencar. Percalços de piguara banco. Cultural / Suplemento Semanal de A Tarde, Salvador, 2001 p. 4.

405. (Em colaboração com: SEIXAS, Cid.2001BRASILEIRO, Antonio; FONSECA, Aleilton ; PEREIRA, Rubens). Antônio Torres. Iararana, Salvador, v. 3, n. 6, 2001, p. 7-12.

406. O silêncio do orfeu rebelde e outros escritos sobre Miguel Torga . Salvador: Oficina do Livro, 2001.

 

2002

 

407. Com a palavra o escritor Guido Guerra. In: RIBEIRO, Carlos (Org.). Com a Palavra o Escritor. Salvador: Casa de Palavras / Fundação Casa de Jorge Amado, 2002, p. 64-73.

408. SEIXAS, Cid.2002A poesia de Arthur de Salles revisitada por Cláudio Veiga. Cultural / Suplemento Semanal de A Tarde, Salvador, 06 jul, 2002, p. 1-5.

409. SEIXAS, Cid.2002A construção do real como papel da cultura. Légua & Meia, Feira de Santana, v. 1, n.1, p. 204-223, 2002.

410. SEIXAS, Cid.2002Do conto sul-americano e seus arredores. Cadernos de Literatura e Diversidade, Feira de Santana, v. 1, n.1, p. 49-54, 2002.

411. SEIXAS, Cid.2002A fabulosa fábrica de divertimentos. Cadernos de Literatura e Diversidade, Feira de Santana, v. 1, n.2, p. 53-58, 2002.

412. SEIXAS, Cid.2002Camilo: desatino romântico e consciência crítica. Estudos Lingüísticos e Literários, Salvador, n. 25/26, p. 121-139, 2002.

413. SEIXAS, Cid.2002Joaquim Alves de Aguiar: um estudo sobre Pedro Nava. Colóquio. Letras, Lisboa, v. XXXIX, n.157/158, 2002, p. 457-458.

 

2003

 

414. Três temas dos anos trinta. Textos de crítica literária. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana, 2003.

415. Os riscos da cabra-cega: recortes de crítica ligeira. Feira de Santana: UEFS, 2003. 

416. Academia dos Rebeldes (sem causa?): Revisitando uma proposta não esboçada. In: Caniato, B. Justo; Guimarães, Elisa. (Org.). Linhas e entrelinhas: Homenagem a Nelly Novaes Coelho. São Paulo: Editora Casemiro, 2003, p. 71-76.

417. Auto-Retrato do Escritor Guido Guerra. In: GUERRA, Guido. (Org.). Auto-Retrato. Salvador: Fundação Gregório de Mattos, 2003, p. 285-291.

418. Antologia. In: Barros, José Carlos. (Org.). Bahia: Poetas e Poemas Contemporâneos. Salvador: Módulo, 2003, p. 67-76.

419. SEIXAS, Cid.2003Além da casa do sem-jeito. Cultural / Suplemento Semanal de A Tarde, Salvador, 19 jul. 2003, p. 08-09.

420. Passagem pelo jornalismo. A Tarde, Caderno Cultural, Salvador, 19 jul. 2003, p.9.

421. SEIXAS, Cid.2003Sincretismo e outras manhas. Cadernos de Literatura e Diversidade, Feira de Santana, v. 2, n.4, p. 189-198, 2003.

 

2004

 

422. Modernismo e diversidade: impasses e confrontos de uma vertente regional. Légua & Meia, Feira de Santana, v. 3, n.2, p. 52-61, 2004.

423. Dois momentos da obra de Euclides Neto. Seara (Salvador/Seabra, v. 1, n. 1, 2004.

424. Jorge Amado e o jeito de ser mestiço. Seara (Salvador/Seabra, v. 1, n. 2, 2004.

425. Rimance. Tribuna Feirense, suplemento dominical Tribuna Cultural, Feira de Santana, , v. II, 74, p. 4, 04 jan. 2004.

426. A poesia de Édison Carneiro redescoberta por Gilfrancisco (I). Jornal da Cidade, Aracaju, p. 4, 09 mar. 2004.

427. A poesia de Édison Carneiro redescoberta por Gilfrancisco (II). Jornal da Cidade, Aracaju, , p. 6, 10 mar. 2004.

428. A poesia de Édison Carneiro redescoberta por Gilfrancisco (III). Jornal da Cidade, Aracaju, p. 6, 11 mar. 2004. Republicação das três partes em: A poesia de Édison Carneiro redescoberta por Gil Francisco. Informesergipe, Aracaju,  06 out, 2004.

429. Godô, o velho mágico. A Tarde, Caderno Cultural, Salvador, p. 7, 24 abr. 2004.

430. Declaração de bem. Tribuna Feirense, suplemento dominical Tribuna Cultural, Feira de Santana, v. II, 91, p. 4, 09 maio 2004.

431. Presença. Tribuna Feirense, suplemento dominical Tribuna Cultural, Feira de Santana, v. II,106, p. 4 - 4, 29 ago. 2004.

432. Euclides Neto e a decadência do ciclo do cacau. Renha crítica do livro O romance dos excluídos, de Eliezer César. Salvador, Iararana, no 10, dezembro de 2004, p. 71-73.

433. Credo. Tribuna Feirense, suplemento dominical Tribuna Cultural, Feira de Santana, 21 nov. 2004, p. 4,.

434. Presença. Tribuna Feirense, suplemento dominical Tribuna Cultural, Feira de Santana, 29 ago. 2004, p. 4.

 

2005

 

435. Poesia. Seleção de poemas na Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005. http://www.revista.agulha.nom.br/cseixas.html

436. Iararana, um documento dos anos 30. In: Cyro de Mattos; Aleilton Fonseca. (Org.). O triunfo de Sosígenes Costa. Ilhéus: Editus, 2005, v. 1, p. 143-156.

437. A força selvagem. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

438. O poeta Soares Feitosa. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

439. Da presença de Eros na lírica romântica. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

440. Hermilo: mundo em fragmentos. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

441. Caeiro, o estraga-festa ou o meta-simbólico. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

442. O Único Poeta da Natureza. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

443. A poesia como metalinguagem. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

444. O elo perdido com o leitor. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

445. Rui Espinheira Filho: O lirismo como
expressão pessoal. Revista Agulha / Jornal de Poesia. 2005.

 

2006

 

446. SEIXAS, Cid.2006Visita à Catedral com Castro Alves. Cultural / Suplemento Semanal de A Tarde, Salvador, v. 9-12, p. 6-7, 2006.

447. Jorge Amado e o canto épico da mestiçagem. In: Leite, Oliveira. (Org.). Vertentes culturais da literatura na Bahia. Salvador: Quarteto, 2006, p. 39-50.

(Dados inclompletos. Em processo de olevantamento.)

 

2007

 

448. SEIXAS, Cid.2007Recordações do escrivão Guido Guerra ou Perfil de um criador de mundos paralelos. Iararana (Salvador), v. IX, p. 16-25, 2007.

449. A poesia de Édison Carneiro redescoberta por Gilfrancisco. In: Gilfrancisco. (Org.). Musa capenga (obra esquecida de Edson Carneiro). 1 ed, Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia, 2007, v. 1, p. 11-19.

450. Hélio Simões e as relações luso-brasileiras. In: Hoisel, Evelina; Ribeiro, M. de Fátima. (Org.). Viagens: Vitorino Nemésio e intelectuais portugueses no Brasil. Salvador: UFBA, 2007, p. 49-56.

(Dados inclompletos. Em processo de olevantamento.)

 

 

2008

 

451. Paris no Século XX (1863). Anais da 25a RBA Saberes e práticas antropológicas desafios para o século XXI, v. 1, p. 14 ago., 2008.

452. Da crítica e do texto: retomando Calvino. Seara,  Salvador, UNEB, v. II, p. 1-8, 2008.

(Dados inclompletos. Em processo de olevantamento.)

 

2009

 

453. Guido Guerra: do jornalismo à criação literária. In: Guerra, Guido. Imortal irreverência: depoimentos e entrevistas. Salvador: Ponte da Memória / Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, 2009, p. 15-22.

454. A timidez escondida (entrevista). In: Guerra, Guido. Imortal irreverência: depoimentos e entrevistas. Salvador: Ponte da Memória / Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, 2009, p. 119-138.

455. Dois momentos de retorno da escrita: Carlos Heitor Cony. Jornada, v. 1, n 1, 2009.

456. Ficções de um crítico: Samuel Johnson. Jornada, v. 1, n 2, 2009.

457. Sérgio Buarque de Holanda: a Literatura Colonial. Jornada, v. 1, n 3, 2009.

 

2010

 

458. O mito como realidade do homem. Jornada, v. 2, n 1, 2010.

459.  Modernismo e tradicionismo na Bahia. Jornada, v. 2, n 2, 2010.

460. Marx e a baronesa comunista. Jornada, v. 2, n 3, 2010.

461. Ciência e Sociedade. Jornada, v. 2, n 3, 2010.

462. Rebeldes de academia: contradição e coerência. Jornada, v. 3, n 1, 2010.

463. Texto literário e texto científico: distinções fundamentais. Jornada, v. 3, n 2, 2010.

464. Sobre a Crítica Literária. Jornada, v. 3, n 3, 2010.

465. Criação e Crítica: Sobre o Conto e o Poema. Jornada, v. 3, p. 2010/08, 2010.

466. Florisvaldo Mattos, uma poesia que transcende o tempo. Encontros Literários, Academia de Letras da Bahia, 16 de abril de 2010.

467. José Inácio: um hieróglifo que dá voz ao silêncio. Encontros Literários, Academia de Letras da Bahia, 16 de abril de 2010.

468. Solilóquio de São Francisco de Assis. In Hera 1972-2006. Org. Brasileiro, Antonio et alii. Edição facsilimar de todos os números desta revista de poesia. Salvador, Fundação Pedro Calmon; Feira de Santana, UEFS, p. 137.

469. Seleção de poemas. In Hera 1972-2006. Org. Brasileiro, Antonio et alii. Edição facsilimar de todos os números desta revista de poesia. Salvador, Fundação Pedro Calmon; Feira de Santana, UEFS, p. 389-390.

470. Presença; Rimance. In Hera 1972-2006. Org. Brasileiro, Antonio et alii. Edição facsilimar de todos os números desta revista de poesia. Salvador, Fundação Pedro Calmon; Feira de Santana, UEFS, p. 423-424.

 

2011

 

471. Palavra de mulher, coisa fecunda. In: Hoisel, Evelina; Lopes, Cássia. Poesia e Memória: A poética de Myriam Fraga. Salvador, Edufba, 2011, p. 291-294.

(Dados inclompletos. Em processo de olevantamento.)

 

2012

 

472. Do modernismo paulista ao regionalismo do nordeste. Jorge Internacionalmente Amado. Caderno de Resumos. Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 6 a 8 de nov. 2012, p. 14. <abraec.org/site/jorgeamado/files/2012/.../Caderno-de-Resumo-2012.pdf>

473. A culinária na obra de Jorge Amado. Entrevista a alunos do Colégio Piedade. Ilhéus, 22 de fevereiro de 2012. <youtube.com/watch?v=rgBqwywUd14>

 

2013

 

474. A força selvagem. In: Mattos, Cyro de. Berro de fogo e outras histórias. Ilhéus, Editos, 2013, p. 9-12. (Introdução ao livro de Cyro de Mattos.)

 

2014

 

475. Desatino romântico e consciência crítica. Uma leitura de Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco. CEDAP; Oficina do Livro. <https:// issuu.com/e-book/docs/camilo>

 

2015

 

476. O silêncio do Orfeu Rebelde e outros escritos sobre Miguel Torga,  2 ed. Cedap; Oficina do Livro. Endereço: <http://issuu.com/cidseixas1/docs/torga>

477. Desatino romântico e consciência crítica. Uma leitura de Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco. CEDAP; Oficina do Livro. <https:// issuu.com/e-book/docs/camilo>

478. Literatura e intertextualidade. Cedap; Oficina do Livro, 2015. Endereço: <https://issuu.com/cidseixas1/docs/intertextualidade> Edição impressa: Literatura e intertextualidade. Ilhéus, Rio do Engenho, 2015. (Coleção Oficina do Livro 2)

479. Noventa anos do modernismo na Feira de Santana de Godofredo Filho.  E-Book.Br; UEFS, 2015. Endereço: <https://issuu. com/e-book.br/docs/godofredofilho> Edição impressa: Noventa anos do modernismo na Feira de Santana de Godofredo Filho. Ilhéus, Rio do Engenho, 2015. (Coleção E-Poket, 2)

480. Três temas dos anos trinta; textos de crítica literária. Cedap; Oficina do Livro, 2015. Endereço: <https://issuu.com/cidseixas1/docs/anos30>

481. Os riscos da cabra-cega. Recortes de crítica ligeira. 2 ed., Cedap; Oficina do Livro, 2015. Endereço: <https://issuu.com/cidseixas1/docs/cabra cega>

482. Da invenção à literatura. Textos de teoria e crítica. Endereço: <https://issuu. com/e-book.br/docs/invencao> Edição impressa: Da invenção à literatura. Textos de teoria e crítica. Ilhéus, Rio do Engenho, 2015. (Coleção Oficina do Livro 4)

483. Orpheu em Pessoa. Org. Cid Seixas e Adriano Eysen. Cedap, Coleção Oficina do Livro, E-book.br, v. 6, 2015. Web: <https://issuu.com/e-book.br/docs/orpheu>

2016

484. Desatino romântico e consciência crítica. Uma leitura de Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco. Salvador, Rio do Engenho, 2016.

485. Do inconsciente à linguagem. Uma teoria da linguagem na descoberta de Freud. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/inconsciente>

486. A Literatura na Bahia. Livro 1: Tradição e Modernidade. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/tradicaomodernidade>

487. 1928: Modernismo e Maturidade. Livro 2 de A Literatura na Bahia. Feira de Santana, E-book.br, 2016.  Web:  < https:// issuu.com/e-book.br/docs/1928>

488. Três Temas dos Anos 30. Livro 3 de A Literatura na Bahia. Feira de Santana, E-book.br, 2016.  Web: < https:// issuu.com/e-book.br/docs/anos30>

489. A essência ideológica da linguagem. Livro I de: Linguagem, cultura e ideologia. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https:// issuu.com/e-book.br/docs/linguagem1>

490. Linguagem e conhecimento. Livro II de: Linguagem, cultura e ideologia. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/linguagem2>

491. Sob o signo do estruturalismo. Livro III de: Linguagem, cultura e ideologia. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/linguagem3>

492. O contrato social da linguagem. Livro IV de: Linguagem, cultura e ideologia. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/linguagem4>

493. A Linguagem: do idealismo ao marxismo. Livro V de: Linguagem, cultura e ideologia. Feira de Santana, E-book.br, 2016. Web: <https://issuu.com/e-book.br/docs/linguagem5>

494. Stravinsky: uma poética dos sentidos. Ou a música como linguagem das emoções. E-book.br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/stravinsky>

495. Castro Alves e o reino de Eros. E-book.br, 2016. Web: <https://issuu.com/e-book.br/docs/eros>

496. Espaço de transgressão e espaço de convenção. Livro I de Conhecer  Pessoa. Copenhagen, Issuu, E-Book.Br, 2016. Web: < https://issuu.com/e-book.br/docs/espaço>







1999: Conferência no Concurso para Professor Titular da UFBA.











































































     
Dona Cleonice Berardineli e Cid Seixas.






























Túnel do Tempo
     

   
Anos 70: Gal Costa, Batatinha, Edil Pacheco, Cid Seixas e Caetano Veloso
em foto do Jornal da Bahia.



     
Primeiro disco de Batatinha,
produzido por Cid Seixas. Clique na capa para ouvir o chorinho de Batatinha e Cid. Saiba mais sobre Batatinha clicando aqui.




   
Anos 70. Encontro de poetas: Cid Seixas, Erthos Albino de Souza, Fernando Rocha, Carlos Cunha, Florisvaldo Mattos, Antonio Brasileiro, Adelmo Oliveira e Ruy Espinheira.



   
Anos 70. Encontro de poetas: Raimundo Luis Lopes, Myriam Fraga, Cid Seixas, Evandro Barreto, Antonio Brasileiro e Juraci Dórea.





































































     
2007: com a esposa, Moanna Brito Seixas.




Caricatura, por Borega.




















2017


497. A construção do real como papel da cultura. Livro II de Conhecer  Pessoa. Copenhagen, Issuu, E-Book.Br, 2017. Disponibilizado em https://issuu.com/e-book.br/docs/2.construcao

498. A poesia como metáfora do conhecimento. Livro III de Conhecer Pessoa. Copenhagen, Issuu, E-Book.Br, 2017. Disponibilizado em https://issuu.com/e-book.br/docs/3.poesia

499. O signo poético, ficção e realidade. Livro IV de Conhecer Pessoa. Copenhagen, Issuu, E-Book.Br, 2017. Dispo-nibilizado em https://issuu.com/e-book.br/docs/4.signo

500. Do sentido linear à constelação de sentidos. Livro V de Conhecer Pessoa. Copenhagen, Issuu, E-Book.Br, 2017. Disponibilizado em https://issuu.com/e-book.br/docs/5.sentido








       



       
Literatura Baiana

       Sobre o Autor

       Conhecer Pessoa


 

 
Este site foi concluído e disponibilizado  no mês de outubro de 2016, passando em seguida a ser atualizado para inclusão de novos dados.
cidseixas@yahoo.com.br
   
   



#FFF0E2